Slide1

Projeto social

26/04/2018 / 24 dias ½ atrás

Nova Friburgo: Projeto social completa 30 anos

Nova Friburgo: Projeto social completa 30 anos

A   exatos  30 anos, começava com muita dificuldade um projeto social que visava tirar meninos da rua no bairro de São Geraldo, denominado Escolinha e Futebol de São Geraldo. Hoje é Projeto Bom de Bola bom na Escola. Naquele momento, os meninos treinavam em campo de terra batida, sem condição nenhuma, não tinham vestuário, banheiros e etc. isto é, os meninos tinham que ir para o campo, treinar e retornar para casa do jeito que estavam para fazer sua higiene.

Naquele momento o Prefeito era Paulo Azevedo que depois de entender o objeto do projeto fez pequenas obras que não satisfizeram os anseios do seu coordenador Walace Piran, até porque o Secretário Municipal de Esportes da época não se interessou muito pelo projeto.

Mas Walace Piran é persistente, batalhador, homem de fibra e um empreendedor de muito amor pelo que faz. Insistiu, batalhou, continuou a duras penas, fazendo seus treinamentos, inscrevendo os meninos das categorias sub-09, sub-10, sub-11 e sub-13 nos campeonatos e torneios da cidade e com isso começou a recuperar crianças que viviam nas ruas, sem uma ocupação saudável.

O tempo passou, vários governos se sucederam-no poder, e o apoio que Piran ainda tem da autoridade constituída é muito pouca, mas nesses 30 anos, já recuperou centenas de meninos e meninas que hoje tem uma ocupação esportiva e profissional para formação da vida.

Inicialmente era Escolinha de Futebol do São Geraldo, mas com o empenho de Walace Piran, o projeto se transformou em Bom de Bola Bom na Escola, unindo a experiência futebolística  das crianças inscritas,  à avaliação escolar, por isso, se o menino ou menina não estiver matriculado em escola, não pode participar do projeto. São mais dd 100 meninos que todo sábado se reúnem no campo do São Geraldo, um dos maiores bairros da cidade, para jogar bola, mas também ter noções básicas sobre civilidade, educação, religiosidade.

Ao completar 30 anos, Walace Piran, quer ampliar seu horizontes e por isso, pede ajuda ao empresariado local, para poder continuar formando não só jogadores de futebol, mas homens preparados para a vida. E aqueles que estiverem interessados

Conta pra gente o que achou!

NEWSLETTER

Digite seu e-mail

Não se preocupe, também não gostamos de SPAM :)